terça-feira, 25 de outubro de 2011

Champanhe ou Espumante...





bebida que é sinônimo de comemoração é conhecida genericamente como champanhe. Mas há muito mais por trás dessa taça dourada
Não é à toa que champanhe é associada a festas glamurosas e elegantes. Ter uma taça de champanhe na mão e sentir-se em traje de gala é resultado de uma das mais bem-sucedidas ações de marketing de todos os tempos. E isso não faz a bebida ser uma gota menos maravilhosa do que é, mas o fato é que esse vinho (sim é um vinho!) nem sempre foi sinônimo de sofisticação até cair nas graças das realezas européias do fim do século XIX, sobretudo a nobreza czarista russa, que importava quantidades monumentais para turbinar seus eventos.

Pra lá de resumido, foi assim que ela se tornou a bebida dos reis. A melhor parte desta história é que no século XXI foi liberada a "autocoroação". A oferta de espumantes de diversas procedências é grande e isso abrange todos os gostos e bolsos. Então, majestade, aproveite!

Para eleger seus favoritos, comece separando dois grupos: o champanhe, que é produzido exclusivamente na região francesa de mesmo nome e o espumante, que basicamente é a mesma bebida, só que produzida em várias regiões do mundo, incluída aí a França.

Explico a divisão: Champanhes custam caro e em geral são uma categoria à parte. Obedecem ao método de produção champenoise, um processo caro, demorado e trabalhoso pelo qual o vinho passa por duas fermentações, ambas dentro da garrafa. Isso sem contar o trabalho feito pelo abençoado terroir da região. Essas já são boas pistas sobre o porquê da diferença de preços.

Isso não qur dizer que entre os espumantes não haja rivais para os champanhes. Há, sim. Entre os cavas espanhóis, produzidos na Catalunha, os espumantes e proseccos italianos, crémants franceses da região da Alsácia e do Vale do Loire, há belíssimos exemplares produzidos exatamente da mesma maneira que na Champanhe, pelo método tradicional.


Já os espumantes mais em conta são produzidos por outro método, o charmar, no qual uma das fermentações ocorre em tonéis de aço, o que permite a produção de quantidades maiores. O resultado não é o mesmo, evidentemente, mas isso democratiza nossa bebida de rolha barulhenta que pode ser bebida sem pretexto de comemorar nada.

Escolha o seu para festejar uma vitória, batizar um navio, comemorar o Natal, celebrar mais um ano de vida ou simplismente brindar.

Por Eduardo Hernandez

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Meia Luz

 Em que tipo de ocasião posso utilizar? E qual vela indicada?


Não é nada brega usar em um jantar. Além de ser muito romântico, pode dar um clima especial em jantares a dois ou em outras ocasiões com aniversários, reuniões, ceias, etc.
São vários os tipos de vela. Para ocasiões formais, as lisas (brancas ou bege) e as de colmeia de abelha são as mais apropriadas e devem ser arrumadas  em castiçais de metal (de prata ou em outro material que lembre a prata). Durante os informais, podem ser usadas velas de formatos e tamanhos diferentes, para dar um toque especial à arrumação da mesa.
Dependendo da louça onde serão servidos os pratos, você pode mudar a cor da vela. As redondas ficam bem se forem espalhadas, para dar movimento ao arranjo da mesa. As velas decoradas também podem cair bem na composição da mesa, principalmente se os pratos forem lisos e mono cromáticos - tudo é uma questão de gosto.
Se você não estiver segura com relação ao tipo de vela, não arrisque. Prefira as mais clássicas (simples e em geral brancas). No entanto, se o seu estilo é mais ousado, vá em frente e abuse da criatividade para dar o seu toque pessoal ao jantar.
Por Tania Piva de Albuquerque









Segredinhos da vovó


"Deixe o seu bolo de fubá mais levinho, substituindo metade da porção de fubá por farinha de trigo. E se você quiser um bolo mais úmido, o truque é usar 1/2 medida de açucar mascavo e 1/2 de açucar branco."

Tipos de talher e copo para festa formais

Para ocasião especial e requintada é necessario utilizar um faqueiro completo, com talheres de peixe, facas e garfos de sobremesa e peças específicas para determinados pratos - se forem servidos -, como garfinhos de ostra. Os talheres tradicionais de prata são clássicos e elegantes, mas pode-se encontrar faqueiros bonitos e variados que se harmonizam com adecoração e compõem um visual moderno. Com relação aos copos, os altos com pe, específicos para cada bebida, são os mais apropriados. Os de vidro possuem preços masi acessíveis. Para essas ocasiões devem ser de ótima qualidade. Os de cristal são lindos, têm excelente relação custo-benefício e permitem apreciar melhor as bebidas.
Consultora de etiqueta Ana Maria Rizzo

Hambúrguer Light


Hambúrguer de Carne de Soja
1 xícara (chá) de PTS (proteina texturizada de soja)
1 xícara (chá) de caldo de carne
250 g. de patinho moido
2 colheres (sopa) de catchup
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de molho inglês
1 ovo
1 colher (café) de azeite
Preparo:
1- Coloque a PTS e o caldo de carne numa vasilha. Deixe por 30 minutos.
2- Junte a carne e os outros ingredientes (menos o azeite). Misture bem.
3- Abra a massa de carne sobre o filme plástico com 1,5 cm de espessura.
4- Corte a carne com um aro de metal e 6 cm de diâmetro.
5- Unte uma frigideira antiaderente com o azeite e grelhe os hambúrgueres por 4 minutos de cada lado.
***
Hambúrguer Vegetariano
Ingredientes:
2 batatas
1 xícara (chá) de repolho cortado bem fino
1 xícara (chá) de cenoura crua ralada
sal a gosto
1 gema
1 clara
2 colheres (sopa) de ricota fresca
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 colher (chá) de pimenta-da-jamaica
1colher (café) de óleo
Preparo
1- Cozinhe as batatas com a casca até ficarem macias (cerca de 20 minutos). Passe pelo espremedor de legumes.
2- Coloque as batatas em uma vasilia funda e acrescente todos os demais ingredientes, exceto o óleo.
3- Misture até obter uma massa compacta. Deixe esfriar completamente.
4- Molde os hambúrgueres com um aro de metal de 6 cm de diâmetro.
5- Coloque-os em uma assadeira e leve à geladeira por 20 minutos.
6- Unte uma fôrma antiaderente com o óleo e acomode os hambúrgueres.
7- Preaqueça o forno em temperatura média e leve-os para assar durante 15 minutos de cada lado.
Sugestão:Sirva-os bem quentinhos com seu pão predileto.
*** 
Hambúrguer de Salmão
Ingredintes:
500g de filé de salmão
1 cebola picada
2 colheres (sopa) de salsão cortados em cubinhos
2 ovos
sal a gosto
1 tomate (sem pele e sem semente) cortado em cubinhos
1 colher (sopa) de folhas de endro (drill ou aneto) picadas
3- colheres (sopa) de farinha de rosca integral
1 colher (café) de azeite
Preparo:
1- Pique o filé de salmão bem fininho com uma faca, até que se transforme quase numa pasta.
2- Coloque em uma vasilha grande e acrescente os demais ingredientes (exceto o azeite).
3- Misture bem com as mãos até obter uma massa homogênea.
4- Para cortar os hambúrgueres, use um aro de 6 cm de diâmetro.
5- Leve à geladeira por 15 minutos.
6- Unte uma frigideira antiaderente com o azeite, aqueça e frite os hambúrguers.
Sugestão:Sirva os hambúrgueres de peixe com uma salada feita com diversos tipos de folhas: alface lisa, alface americana, rúcula e outras.
***
Hambúrguer de Frango
Ingredientes:
500g de frango moído no processador de alimentos
1 cebola ralada
2 colheres (sopa) de farinha de rosca
sal a gosto
1 ovo
1 clara
1 colher (sopa) de mostarda
1 colher (café) de azeite
Preparo:
1- Em uma vasilha grande, coloque os filés de frango moídos.
2- Acrescente o restante dos ingredientes de acordo com a ordem (exceto o azeite).
3- Amasse com as mãos até obter uma massa compacta e lisa.
4_ Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 15 minutos.
5- Com as mãos, molde bolas de aproximadamente 6 cm de diâmetro e depois achate-as para formar hambúrguers bem redondos.
6 Unte uma frigideira antiaderente com o azeite e grelhe a carne dos dois lados até que fique dourada.
***
PARA GRELHAR HAMBÚRGUERES, USE UMA FRIGIDEIRA ANTIADERENTE UNTADA COM 1 COLHER DE CAFÉ DE AZEITE. AQUEÇA POR 2 MINUTOS E VIRE A CARNE APENAS UMA VEZ PARA QUE NÃO QUEBRAR.
Alguns aliados:As receitas de hambúrguer são muito fáceis de preparar, mas pedem algumas "ferramentas"especiais como aros. modeladores, escumadeiras, frigideiras e chapas. São elas que vão garantir os dourados e crocantes hambúrgueres.
para que eles fiquem bem sequinhos, não deixe faltar também na sua cozinha o papel-toalha. 
Congelar:
Para ter sempre à mão algo saboroso, bem prático de fazer e  - melhor de tudo - light, confira como congelar  nossas receitas:
  • prepare os hambúrgueres e reserve crus os que serão congelados;
  • embrulhe um a um em filme plático e leve ao freezer;
  • quando for utilizar, não descongele, apenas frite em fogo baixo.
  • validade 3 meses
Fonte Ana Paola Monegaglia Nutricionista 

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Amendoim Praliné

ingredientes:
2 1/2 xícaras (chá) de amendoins crus
2 1/2 xícaras (chá) de açucar cristal
1 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 xícara (chá) de água
1 colher (sopa) de chocolate em pó
1 colher (cha) de canela em pó
Preparo:

  1. Coloque todos os ingredientes para fazer os amendoins em uma panela grande e de fundo grosso.
  2. Leve ao fogo médio e mexa sempre com uma colher de pau.
  3. A calda que se formar deve mudar de cor. Primeiro fica marrom-clara, depois acinzentada, passa a ter um tom esverdeado e por fim fica marrom-escura. Continue mexendo até que toda a calda seque.
  4. Tire os amendoins da panela e transfira-os para uma assadeira grande de alumínio. Deixe esfriar.
Sugestão:ofereça os amendoins doces em canudos de papel, como antigamente.

Doce Gelado de Banana

Ilustrativa
Ingredientes:
10 Bananas-nanicas maduras
13 colheres de (sopa) de açucar
1 lata de leite condensado
1 lata (a mesma medida do leite condensado) de leite
1 gema
2 claras
Preparo:
1-Numa panela, coloque as rodelas de bananas e 10 colheres de (sopa) açucar. Leva ao fogo baixo, mexendo às vezes, até que as rodelas de banana fiquem quase desmanchadas.
2- Despeje o doce de banana em um refratário retangular médio, ajeite com uma espátula e reserve.
3- Em outra panela, ponha o leite condensado, o leite e a gema. Leve ao fogo baixo e mexa sem parar até obter um creme homogêneo.
4- Coloque esse creme por cima do doce de banana no refratário, nivele com as espátula e reserve.
5- Ponha as claras na batedeira e bata até o ponto de neve firme.
6- Acrescente o açucar restante aos poucos, sem parar de bater, até ficar consistente.
7- Ponha as claras batidas em  cima da camada de creme no refratário e alise com a espátula.
8- Leve o refratário ao forno alto, preaquecido, até as claras ficarem bem douradas. Retire o doce do forno e deixe esfriar.
9- Coloque na geladeira durante no mínimo 3 horas e sirva.
***

Terrine de Frango

Ingredientes:
1kg de filé de peito de frango
1 xícara de azeite
8 colheres (sopa) de vinagre branco
Sal e pimenta a gosto
1/4 de xícara de cebola picada
3 colheres (sopa) de manteiga
2 ovos inteiros
2 cenouras grandes cortadas em palitos
24 vagens cruas
 1 xícara e gergelim tostado
1 colher (sopa) de salsa picada
Acessórios:
Duas formas de pão de 24 cm X 13 cm
Preparo:
1- No liiquidificador, bata o frango com o azeite e o vinagre. Tempere com sal e pimenta e reserve. Refogue a cebola na manteiga. Transfira para uma tigela grande e misture bem com o frango reservado e os ovos.
2- Unte as formas com manteiga. Arrume a terrine alternando camadas de frango, cenoura e vagem. Asse em banho-maria, no forno pre-aquecido a 200C, por uma hora e meia. Retire do forno, escorra a água e deixe esfriar.Retire da assadeira em uma travessa. Na hora de servir, cubra a terrine com gergelim tostado misturado à salsa picada. Sirva c om folhas verdes e alface roxa temperadas a gosto.
Para congelar:Depois de fria, a terrine deve ser embalada com plástico aderente. Pressione bem sobre o alimento para evitar que se formem bolhas de ar e leve ao freezer. Para descongelar, retire do freezer com três horas de antecedência. Retire o plático, coloque em uma travessa e deixe descongelar na geladeira. Na hora de servir, cubra a terrine com gergelim tostado misturado à salsa picada. Sirva c om folhas verdes e alface roxa temperadas a gosto.

Cheese Cake de Gorgonzola

ilustrativa
Ingredientes:
1/2 pacote de biscoito cream cracker
2 1/2 colheres (sopa) de manteiga
200g de queijo gorgonzola
2 embalgens de cream cheese (300g)
200g de ricota esfarelada
1/2 xícara de creme de leite sem soro
Sal e pimenta-do-reino moída a gosto
3 colheres (sopa) de cebolinha picada
1/2 xícara de nozes picadas
Acessórios:
Forma de 26 cm de diâmetro com aro removível
PREPARO:
1- No liquidificador, bata o biscoito até formar uma farinha. Coloque numa tigela e misture a manteiga em temperatura ambiente até formar uma farofa úmida. Espalhe sobre o fundo da forma e pressione. Leve ao forno preaquecido a 200C por dez minutos. Deixe esfriar.
2- No processador, misture o gorgonzola, o cream cheese, a ricota, o creme de leite, sal e pimenta até formar uma pasta. Misture a cebolinha. Coloque o recheio sobre a massa e leve à geladeira até ficar firme.
Para congelar:
Leve a torta ao freezer na forma até endurecer. Desenforme, embale em plástico aderente e pressione para evitar bolhas. Antes de servir,, deixe descongelar na geladeira, polvilhe cebolinha e as nozes.

Receitas


Hoje a vida se tornou corrida, dinâmica (seria a palavra certa) o tempo é curto! 
Quando menos se espera, pronto! Acabou-se o dia.
 Se não abrirmos mão de algumas horas para relaxar, fazendo aquilo que mais nos agrada, o stress devagarzinho toma conta de nosso ser (corpo-espírito).
Comprar pratos prontos é bom, ajuda muito, mas tem dias que aflora uma vontade... de nosso tempero..., e vamos para o forno e fogão.
Pensando em tudo isso, resolvi postar receitas simples, práticas e saborosas, as quais no decorrer de meus vários anos de dona de casa, ganhei elogios...
Então vamos lá! Aproveite.
Elaine Saes


BOLOS
CALDAS PARA BOLOS


DOCES
RECHEIOS 

WHOOPIE


TORTAS (doce)
TRUFAS
BRIGADEIROS




SALDADOS

SALADAS

Torta de Chocolate com uísque

Ilustrativa
INGREDIENTES-
Massa:
1 1/2 pacote de bolacha maisena
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
150g de manteiga sem sal derretida
Recheio:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
6 1/2 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de uísque
1/2 pacote de gelatina sem sabor
Leite para dissolver a gelatina
Cobertura:
500 ml de creme de leite fresco
3 colheres (sopa) de açucar
1 colher (chá) de essência de baunília
Raspas de chocolate a gosto
Acessórios:
Forma de aro removível de 25cm de diâmetro
PREPARO-
Massa:
Amasse a bolacha maisena com a mãos e bata no liquidificador até virar farinha. Junte o chocolate, misture bem e acrescente a manteiga derretida. Misture tudo com as mãos até ficar uniforme. Distribua a massa na forma e deixe uma beirada de 3 cm.
Recheio:
Na panela de pressão, cozinhe o leite condensado por cerca de 45 minutos após a panela começar a chiar. Deixe esfriar e misture com o creme de leite, o chocolate e o uísque. Na batedeira, misture até ficar homogêneo. Dilua a gelatina em leite frio e leve ao microndas para dissolver.
Acrescente à massa e bata na batedeira até ficar homogênio. Distribua o recheio na massa e leve à geladeira por uma hora ou até ficar com consistência de musse. Reserve.
Cobertura:
Na batedeira, bata o creme de leite com o açucar e a baunília e a baunília até virar chantilly. Distribua sobre a torta e decore com raspas de chocolate. Sirva.
Receita: Thiago A. R.Pellegrini
***

Ovo de Páscoa - Tabela 2017

Ovo Tradicional ao Leite ou com Flocos de Arroz ou Amendoim 1 kg R$   90,00 500g R$   45,00 350g R$   31,50 2...